quinta-feira, 23 de junho de 2011

Momentos ...



       Que  sinto-me um impaciente sentimento dentro de mim , como se quisesse apenas sair e transbordar . Talvez se eu deixasse-o sair , as pessoas gostassem mais de mim . Mas como tudo , há sempre uma barreira , não sei explicar o que é , nem como é ! Apenas sei que ela esta ali , esperando apenas um momento de fraqueza para esmagar tudo o que sinto hoje e o que adquiri com a experiência de anos .
       Deito-me em meio a um pranto cheio de ódio , mas não me identifico com esta substância . Deito-me em um pranto de amor e também não me identifico a esta substância ! Então pergunto-me a qual substância me identifico , a qual mundo pertenço . E a resposta nunca é respondida , nunca deu nem mesmo , apenas uma pista .
        São tantos segredos , tantas lembranças , tantos pensamentos , tantas escolhas e caminhos a serem percorridos . Isso me leva a um resultado , que a essência da minha vida , não é apenas o perfume de uma rosa , é ela como um todo . Sempre dizem que não ter amor a ninguém é melhor , mas quem falou isso só disse pois sentia um amor por alguém , pelo menos você tem um propósito ! O pior realmente é viver sem amor , ter uma vida seca apenas enquadrada a uma velha rotina entediante .
        Mas a procura por um futuro nunca dormi , a esperança sempre foi a ultima que morre . E os pesadelos  apenas nos fazem admitirmos o quanto somos temerosos a eles . Aprender sempre foi meu ponto forte , e são nossos pontos fortes que devemos nos apoiar quando a casa decidir cair .

                                                                                    Caroline Lebon

8 comentários:

  1. É bom termos a certeza que a esperança é a ultima que morri...pq há esperança a vontade e forças para lutar. Lindo blog.
    http://elizangelalopes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Belo texto *-*
    Parabéns pelo seu blog!
    Visita lá o meu e me segue tb se possivel..
    Bjs


    Blog Leitura entre Amigas: http://leituraentreamigas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. obrigada elizangela , e indo seguir apaixonada pelo literatura . beijão e obrigada a todos ;*

    ResponderExcluir
  4. "Deito-me em um pranto de amor e também não me identifico a esta substância ! Então pergunto-me a qual substância me identifico , a qual mundo pertenço" WOOW, esse trecho é bastante forte ! gostei do texto!

    ResponderExcluir
  5. sim , um trecho muito forte , obrigada candy *o*

    ResponderExcluir
  6. Vim aqui retribuir a tua visita lá no Cantinho.
    Te dou parabéns pelo texto, vejo que foi escrito com muito carinho e sentimento.

    ...E já estou te seguindo viu?!

    Um forte abraço.

    Meu Cantinho
    mile-meucantinho.blogspot.com

    ResponderExcluir